• Samuel Lima

Santa Rosa do Purus recebe inspeção da Vigilância Sanitária Estadual em órgãos de saúde


Reunião com a Vigilância Sanitária Estadual. Foto: Samuel Lima/ASSCOM.

A Prefeitura de Santa Rosa do Purus, recebeu no período de 23 à 27, segunda a sexta-feira, a Vigilância Sanitária Estadual, para realizar inspeções nos órgãos de saúde desta municipalidade.

Os órgãos que receberam inspeção foram as Unidades Básicas de Saúde, assim como a Unidade Mista de Saúde de Santa Rosa do Purus.

“Viemos ao município para realizar as inspeções de rotina que são programadas anualmente, já estávamos há três anos sem vim em Santa Rosa do Purus, desde 2019 foi a nossa última vez, isso se dá em virtude da pandemia. Por isso, estamos agora realizando as inspeções sanitárias no hospital, unidades básicas de saúde, consultório odontológico públicos e privados, assim como acompanhamos a situação da diarreia no município. Nesse sentido, chamou-nos a atenção para o período que está alto. Assim, reunimos com a vigilância epidemiológica e a vigilância sanitária municipal para fazer essa integração e começarem a executarem uma campanha educativa, com intuito de reduzir o número de casos de diarreia. Identificamos, também, um índice de síndrome gripal que vem crescendo. Dessa forma, o município hoje apresenta essa dificuldade, pois é uma comunidade na maioria indígena. Logo, o avanço da síndrome gripal é de maneira exponencial, observou o chefe de núcleo de serviço e saúde, Adevaguener Prado.”

Prado destacou que “a equipe do município está muito comprometida para receber as informações e com um desejo de grande mudança na melhoria no que tange à saúde da população.”

“Já na reunião com prefeito de Santa Rosa do Purus foi muito produtiva, porque sentimos um interesse pela parte dele no bem-estar da população. Desse modo, foi uma reunião que tratamos novamente sobre a saúde, e, de temas relacionados ao descarte do lixo que a cidade produz, assim como o lixo hospitalar, e também, da água do município. O prefeito e a Vigilância Sanitária Estadual saíram comprometidos em procurar a Secretaria de Saúde Estadual para tentar resolver algumas questões que hoje depende do estado, ressaltou Prado.”

Foto: Samuel Lima/ASSCOM.
Foto: Samuel Lima/ASSCOM.
Foto: Samuel Lima/ASSCOM.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo