top of page
  • Foto do escritorSamuel Lima

Santa Rosa do Purus marca os 32 anos de emancipação com grande desfile cívico

No dia em que Santa Rosa do Purus celebra seu 32º aniversário de emancipação política e administrativa, o município testemunhou um grandioso desfile cívico, prestigiado pelo chefe do poder executivo, autoridades estaduais, representantes do Exército Brasileiro e a comunidade local.

Ao lado do prefeito Tamir Sá, a primeira-dama - Meres Sá, e o vice-prefeito - Valdir Kaxinawá, bem como o Deputado Estadual Tanízio Sá e outras figuras importantes, o evento teve início no domingo, 28 de abril, com a solene cerimônia de hasteamento das bandeiras do Brasil, do Acre e de Santa Rosa do Purus, ao som do Hino Nacional.

A solene cerimônia de hasteamento das bandeiras do Brasil, do Acre e de Santa Rosa do Purus. Foto: Samuel Lima/Ascom.

O município de Santa Rosa do Purus alcançou sua autonomia por meio da lei estadual nº 103, datada de 28 de abril de 1992, destacando-se como uma localidade acessível apenas por via aérea e fluvial, situada nas margens do Rio Purus.

O desfile cívico teve um caráter educativo, histórico e cultural, com as escolas municipais desempenhando um papel de destaque. A Escola Municipal de Ensino Infantil Francisco Rabelo Sá inaugurou as apresentações, encenando o "Mundo Mágico da Literatura Infantil", com referências a contos como "Chapeuzinho Vermelho", "Branca de Neve", "Peter Pan" e fábulas populares, enquanto as crianças entregavam símbolos representativos às autoridades presentes.


Em seguida, foi a vez da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dr. Celso Cosme Salgado, que resgatou memórias e fortaleceu os laços entre família e escola, destacando as brincadeiras tradicionais pré-tecnologia e enfatizando a importância do envolvimento familiar no processo educativo, bem como os desafios relacionados à era digital. A temática da educação inclusiva também foi abordada, valorizando alunos com transtorno do espectro autista e promovendo apresentações culturais que ressaltassem a riqueza das etnias indígenas.


A terceira escola a se apresentar foi a Escola Municipal de Ensino Fundamental Antônia Fernandes, cujo tema foi "Celebrando a Diversidade: Somos Todos Iguais na Diferença", destacando a igualdade entre raças e religiões. Os alunos do EJA (Educação de Jovens e Adultos) apresentaram as etnias dos municípios Kaxinawá, Kulina e Jaminawá.


A Escola de Ensino Médio Padre Paolino Maria Baldassari ofereceu uma apresentação cultural, destacando a dança e a música dos povos indígenas da etnia Kaxinawá.


O desfile também contou com a participação dos militares do 4º Pelotão Especial de Fronteira, que desfilaram em homenagem às autoridades e ao público presente.

4º Pelotão Especial de Fronteira. Foto: Samuel Lima/Ascom.

Encerrando as apresentações, a Banda Municipal de Santa Rosa do Purus (BAMUP) emocionou o público com suas músicas, prestando uma homenagem ao ex-integrante Junior Moura. Sob a regência de Marquinhos Santos, a banda executou uma seleção de músicas nacionais e internacionais, demonstrando a riqueza musical da região.


O evento não só celebrou os 32 anos de emancipação política e administrativa de Santa Rosa do Purus, mas também destacou a diversidade cultural, a importância da educação e a integração comunitária, fortalecendo os laços entre os habitantes do município e promovendo um sentimento de orgulho e pertencimento.


Assessoria de Comunicação de Santa Rosa do Purus

Redação e fotos: Samuel Lima



0 comentário