top of page
  • Foto do escritorSamuel Lima

A prefeitura em parceria com Semulher, UFAC e SEE realiza Programa de Extensão Mulheres da Amazônia


Programa de Estensão Mulheres da Amazônia. Foto: Hêmilly Lostanaud/ASCOM.

A prefeitura de Santa Rosa do Purus, em parceria com a Universidade Federal do Acre (UFAC), Secretaria de Estado da Mulher (Semulher) e Secretaria de Estado de Educação (SEE), no dia, 07, terça-feira, realizou o Programa de Extensão Mulheres da Amazônia no município de Santa Rosa do Purus na Câmara de Vereadores.

Joelda Pais, chefe do Departamento de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres da Semulher. Foto: Hêmilly Lostanaud/ASCOM.

Joelda Pais, chefe do Departamento de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres da Semulher, explicou que “o Programa de Extensão Mulheres da Amazônia tem como objetivo promover a educação popular, por meio da extensão universitária, ofertando, dessa maneira, oficinas de capacitação para os Organismos de Políticas para as Mulheres (OPMs) e o Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres, assim como uma rede de atendimento a esse público em situação de violência nos 22 municípios do Acre.”

“Ao mesmo tempo, o programa visa levar rodas de conversas pautadas no combate à gravidez não planejada na adolescência para os estudantes de ensino fundamental e médio da rede pública dos 22 municípios do Acre”, explicou Joelda Pais. Nesse sentido, a professora da SEE, Aline Brandão, compartilhou com os alunos, professores e coordenadores das escolas da rede de ensino fundamental e médio a metodologia para a aplicação dos trabalhos com os alunos no turno da manhã, e, no turno vespertino realizou a oficina diretamente com os alunos.

O programa é coordenado pela Dra. Fabiana Nogueira Chaves, da pró-reitoria de Extensão e Cultura da UFAC.

“Como coordenação do Programa de Extensão Mulheres da Amazônia, acreditamos que o objetivo é chegar aos municípios que são de difícil acesso, que é o caso de Santa Rosa do Purus, onde está acontecendo a oficina hoje, assim como Porto Walter, Marechal Thaumaturgo e Jordão, os quais o programa já contemplou. Nesse contexto, estamos construindo de forma coletiva juntamente com as mulheres desses municípios citados, pois essas são as cidades que mais necessitam de uma assistência nesse sentido, assim como, o fortalecimento da rede que observamos dentro do programa, tendo em vista as dificuldades que enfrentamos até chegar a esses municípios, sendo eles: a restrição de voos, preços elevados de passagens e o custo amazônico que é de trabalhar dentro dos municípios de acesso dificultoso, porém esses são os que mais precisam. Com isso, estamos realizando o programa para chegarmos nos locais em que o poder público tem mais dificuldades, e, por meio da UFAC estamos conseguindo chegar até esses municípios e temos um retorno muito positivo. Então, o propósito é a construção coletiva e o fortalecimento da rede de enfrentamento de violência contra a mulher, e, também, as ações voltadas aos adolescentes, a fim de enfrentarmos a uma gravidez não planejada na adolescência, e, para que eles consigam enxergar novas possibilidades de construir uma vida adulta, saudável, feliz, pois isso é o objetivo educacional do programa”, destacou a coordenadora, Dra. Fabiana Nogueira Chaves, da pró-reitoria de Extensão e Cultura da UFAC.

Professora da SEE, Alyne Brandão. Foto: Cedida/ASCOM.

“Com a realização dessa ação em Santa Rosa do Purus, fechamos os atendimentos em todos os 22 municípios do estado do Acre, com um marco de mais de 4.100 atendimentos diretos, somente no Projeto Educação para a Prevenção (PEP), até este momento, em 2023. A perspectiva é de um alcance pelo menos 5 vezes maior, dada a estratégia de multiplicação do projeto, pelos jovens multiplicados e profissionais engajados na replicação dos temas, por meio de oficinas de prevenção, com alcance indireto de, pelo menos, 20.500 pessoas”, afirmou a professora da SEE, Alyne Brandão.

Formação dos professores e coordenadores municipais e estaduais - Projeto de Educação para Prevenção. Foto: Cedida/ASCOM.

“Além disso, foram formados profissionais da educação e saúde para execução do PEP em todos os 22 municípios, o que possibilita o alcance de toda Rede Estadual de Ensino, presente nestes municípios. Isto só foi possível graças à parceria entre UFAC, SEE e Semulher, juntas por um Acre melhor”, comentou a professora da SEE, Alyne Brandão.

O programa contou com a presença do prefeito em exercício de Santa Rosa do Purus, Valdir Kaxinawá, o presidente da Câmara de Vereadores de Santa Rosa do Purus, Denis Kaxinawá, Secretária Municipal de Assistência Social, Maria Meres Sá, a Coordenadora da Mulher e Promoção de Igualdade Racial, Osmarina Kaxinawá, além de representantes do poder judiciário, Policia Militar e Civil, vereadores e assessores municipais.



0 comentário

Comments


bottom of page