• Samuel Lima

A prefeitura de Santa Rosa do Purus realiza ação em alusão a campanha Setembro Amarelo

Atualizado: 27 de set.


Equipe e alunos - Setembro Amarelo. Foto: Samuel Lima/ASCOM.

A prefeitura de Santa Rosa do Purus, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, CRAS, Educação, Saúde e Saneamento nesta sexta-feira, 23, realizaram uma ação em alusão a campanha, Setembro Amarelo, mês este de prevenção ao suicídio.

A ação aconteceu na Escola Estadual Padre Paulino Maria Baldassari com orientação, vídeo e dinâmica. Dessa forma, o público que ação contemplou foram os alunos da escola. Segundo uma pesquisa da Organização Mundial da Saúde - OMS, jovens entre 15 a 29 anos, o suicídio foi a quarta causa e morte depois de acidentes no trânsito, tuberculose e violência interpessoal. Trata-se de um fenômeno complexo, que pode afetar indivíduos de diferentes origens, sexos, culturas, classes sociais e idades.

A psicóloga, Regina da Costa destacou, que: “o índice de suicídio entre jovens vem aumentando. Dessa maneira, faz-se urgente falar sobre o assunto e fazer campanhas de prevenção e posvenção nas instituições de ensino, eliminando, com isso, mitos e preconceitos em torno do tema. Todo ser humano tem a necessidade de pertencimento, porém, nessa fase da adolescência essa necessidade deve ser entendida e respeitada, assim como ter muita atenção, pois são pessoas em formação de identidade. A necessidade do acolhimento e a escuta qualificada e genuína faz-se necessário nessa faixa etária”.

Psicóloga, Regina da Costa. Foto: Samuel Lima/ASCOM.

O suicídio é uma triste realidade que atinge o mundo todo e gera grandes prejuízos à sociedade. De acordo com a última pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde - OMS em 2019, são registrados mais de 700 mil suicídios em todo o mundo, sem contar com os episódios subnotificados, pois com isso, estima-se mais de 01 milhão de casos. No Brasil, os registros se aproximam de 14 mil casos por ano, ou seja, em média 38 pessoas cometem suicídio por dia.

Sabe-se que praticamente 100% de todos os casos de suicídio estavam relacionados às doenças mentais, principalmente não diagnosticadas ou tratadas incorretamente. Dessa maneira, a maioria dos casos poderia ter sido evitada se esses pacientes tivessem acesso ao tratamento psiquiátrico e informações de qualidade.

Em necessidade de discutir a temática as Secretarias Municipais em parceria com Escola Estadual proveram a ação com equipe de psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais, biomédico e pedagogos. Nesse sentido, é muito importante abordar sobre o tema do suicídio, pois é uma forma de poder ajudar as pessoas que têm enfrentado a situação de forma calada. Ademais, que os familiares estejam sempre atentos as necessidades emocionais do próximo, a fim de serem um canal de apoio para este grupo de pessoas.



0 comentário