• Samuel Lima

A prefeitura de Santa Rosa do Purus promove palestra na campanha Agosto Lilás


A prefeitura de Santa Rosa do Purus, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e CRAS promoveram na tarde desta quinta-feira (18), uma ação de orientação, conscientização e luta em alusão ao mês - Agosto Lilás, mês este ao combate a violência contra a mulher.

A pedagoga do Centro de Referência de Assistência Social, Liz Perez, conduziu a ação, visando conscientizar as mulheres do Programa de Atenção Integral a Família (PAIF), contra a violência doméstica.

Pedagoga do Cras, Liz Perez. Foto: Samuel Lima/ASCOM.

A pedagoga ressaltou que “o empoderamento da mulher consiste na consciência coletiva de que as mulheres podem e devem fazer o que elas quiserem cumprindo seus direitos e deveres, defender seus ideais e levantar sua autoestima, além de lutarem contra o machismo.” Perez enfatizou, também, o pensamento do movimento feminista que: “quando você se der conta do poder da autoconfiança, dessa maneira, conseguirá transformar o mundo à sua volta.” Entretanto, em Santa Rosa do Purus muitas mulheres se calam e não denunciam, tornando, com isso, para a persistência desse crime e não para a transformação desse cenário.

Dessa forma, Santa Rosa do Purus não é diferente dos demais do Brasil, pois o combate à violência contra a mulher precisa ser debatido todos os meses do ano, tendo em vista que um agressor não escolhe dia para cometer tal crime. Assim, discutindo essa temática fortalecerá para a transformação de novas mulheres que vão à luta pelos seus direitos.

Primeira-dama, Maria Meres Sá. Foto: Samuel Lima/ASCOM.

“Essa ação é de extra importância, haja vista que a maior parte da população é constituída de indígenas e essa classe é mais atingida, precisando, dessa forma, ser conscientizada e amparada pelos órgãos de proteção,” destacou a Secretária municipal de Assistência Social, Maria Meres Sá.

Vale salientar, que a denúncia de violência contra a mulher pode ser feita em delegacias e órgãos especializados, onde a vítima procura amparo e proteção. A Central de Atendimento à Mulher – Disque 180, funciona 24 horas por dia, é gratuito e confidencial. O canal recebe as denúncias e esclarece dúvidas sobre os diferentes tipos de violência contra a mulher.

As autoridades municipais que marcaram presença na ação foram: Secretaria Municipal de Assistência Social, Maria Meres Vaz da Silva, Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Luzia Moura Lustanardes e a Coordenadora do Idoso, Meris Silva de Lima, além de orientadoras do serviço de assistência social.



0 comentário